Indisciplina na Sala de Aula: Os 5 Erros que os Professores Cometem

É muito estressante e até emocionalmente doloroso lidar com a ansiedade de ter de enfrentar, todos os dias,  uma turma que você não está certa de poder controlar. O que , de fato, é realmente frustrante nesta situação é: ter responsabilidades a cumprir e não ter as devidas ferramentas para fazer isso.

Indisciplina na Sala de Aula: Os 5 Erros que os Professores Cometem e como Evitá-losLembro bem no início da minha carreira, o sentimento de incapacidade que eu sentia, antes de descobrir as ferramentas certas para combater a indisciplina na sala de aula.  Você se sente insegura, chegando a duvidar da sua competência enquanto Professor. É frustração, misturado com raiva e impotência. É inclusive esse conjunto de sentimentos negativos que levam muitos Professores a desistirem da profissão.

O triste de tudo isso é que, muitos que desistem prosseguem acreditando que falharam na profissão, enquanto que a verdade é que não tinham ferramentas apropriadas para lidar com a questão.

Nos bancos das Universidades ninguém toca nesta questão parece que a única coisa que o Professor tem de fazer é entrar na sala e “dar” aula. Ninguém fala  da falta de educação e desrespeito, ninguém comenta sobre a indisciplina ou violência, ninguém aborda a falta de limites e muito menos, sequer sugere o que fazer quando a situação não está no nosso “script”, chamado Plano de Aula.

Em um roteiro quando é produzido um filme ou peça de teatro, há um “script”, e tudo deve ser feito conforme está escrito e determinado lá. Mas, e na sala de aula, quando nosso “script” não dá conta do nosso dia a dia? O que fazer então ?

Para ser honesta, sempre parecia que todos a minha volta queriam mais era que eu perdesse essa batalha, pois viviam alertando-me acerca do que os pais iriam dizer ou fazer. Na verdade todos estavam mais preocupados em não perder os alunos ou ainda não provocarem a ira dos pais,  do que oferecer o apoio que eu precisava.

Aprendi às duras penas, que tudo o que haviam  dito a respeito de como disciplinar os alunos estava errado pois  não funcionava. Na verdade, a única coisa que eu precisava era que os alunos fossem 100% respeitosos, fizessem as tarefas, e prestassem atenção todas as vezes.

Assim, não importasse a classe social do aluno, seu histórico de comportamento, seu nível de socialização. Uma vez que esse aluno entrasse na minha sala de aula, ele deveria dar conta de suas responsabilidades e cumprir suas tarefas.  Há muitos anos atrás esta afirmação já era utópica, no entanto ainda hoje, para muitos ela ainda é um “delírio” impossível de alcançar.

Hoje é sabido, que mesmo a pior turma, e ainda que  a escola esteja localizada em um meio hostil, este objetivo pode ser alcançado. Não ocorrerá do dia para a noite, será preciso esforço, paciência e principalmente persistência.

A “mágica” ocorre quando você descobre e utiliza  as ferramentas e estratégias apropriadas que tornam todos os alunos mais responsáveis e aplicados. Ao ter em mãos essas novas ferramentas  a sua sala de aula sofre uma transformação porque o seu  jeito de dar aula também muda.

Constatei ao longo da minha carreira que a indisciplina ocorre por uma série de fatores, porém alguns desses fatores era eu mesma que provocava. Isso mesmo ! Não estou aqui eximindo a parte que cabe a família, ao gestor, ao governo, aos astros, seja lá quem for que você queira transferir a culpa, o fato é que tive de dar a mão a palmatória, descer do salto,  humildemente reconhecer esse fato e procurar consertar o que era a minha responsabilidade fazer.

Veja abaixo os 5 grandes erros que eu cometia e, infelizmente,  muitos Professores estão cometendo, talvez até você, inconscientemente, também esteja. Por isso é hora de rever sua prática em cada um dos itens abaixo (clique para ler):

  1. – Erro no. 1: Disciplinar toda a sala de uma só vez

  2. – Erro no. 2: Bater boca com o aluno, ao invés de dar a direção do que fazer

  3. – Erro no. 3:  Ameaçar, ameaçar, ameaçar e não cumprir

  4. – Erro no. 4: Uso de linguagem não verbal de forma inadequada

  5. – Erro no. 5:  Aula chata do começo ao fim

Por ora vá refletindo nesses erros, pois no  próximo artigo abordaremos o Erro no. 1: Disciplinar toda a sala de uma só vez, e debateremos como consertar isso.

Quero saber: E você já passou ou está passando por estas frustrações ? Há algum desses erros que você está cometendo ? Comente no blog.

botao-proximo

 

 

 

 

Gestão da Sala de Aula

planejamento escolar

Roseli Brito: Pedagoga, Psicopedagoga Clínica e Institucional, Neuroeducadora e Coach.

168 Comentários

  • Eliana

    Me ajuda amiga, estou com problema sério de indisciplina,em minhas aulas tudo que eu levo de novo os aluno rejeita bingo, atividades oral (musica, recorte de figuras para ilustrar) estou desesperada. Em minha escola não existe regra para os alunos tudo é culpa do professor.
    Devido a essa verdade que vivo, quero encontrar uma solução, por favor me ajude!!!!!!!
    Sou professora de Inglês

  • Eliana

    Me ajuda amiga, estou com problema sério de indisciplina,em minha aulas tudo que eu levo de novo os aluno rejeita bingo, atividades oral (musica, recorte de figuras para ilustrar) estou desesperada. Em minha escola não existe regra para os alunos tudo é culpa do professor.
    Devido a essa verdade que vivo, quero encontrar uma solução, por favor me ajude!!!!!!!
    Sou professora de Inglês

  • Márcio

    Muito interessante o tema abordado. Muitos que estão iniciando a carreira ainda não tem experiência para lidar com tantas variáveis que atrapalham o seu bom andamento.

    Deve-se levar em conta a importância de um bom planejamento e seus benefícios. No blog http://www.professororganizado.com.br estamos começando a falar sobre o assunto.

    Caso interesse, dá uma olhada.

  • ana maria ribeiro loretto

    Olá amiga !
    Se possivel mande um email com a sugestão .
    Ana Maria Ribeiro Loretto.

  • ana maria ribeiro loretto

    Eu sinto na pele tudo que voce abordou até parece que falou comigo.
    Amei os comentarios. Porém voce não disse o que devo fazer. Preciso urgente da sua ajuda.
    Ana Maria ribeiro Loretto

  • ivone melo

    bom fui cruzificada em plena reunião de pais e mestres na minha ausencia pelos pais, por falta da dificuldade na aprendizagem dos seus filhos devidos a conversa paralela em sala de aula, bom o erro1 e de competencia da escola militar mas o erro5 é meu porém não sei o que fazer mais estou quase desistindo da profissão.

  • Murilo

    E a culpa novamente é sempre do professor, enquanto colocarmos nas costa apenas dos profissionais da educação será muito fácil a resolução de todos os problemas.
    Temos que acabar com essa hipocrisia de colocar como responsável apenas os professores e começar a tomar uma atitude, a cada dia que passa vejo mais e mais a minha profissão acabar, com o descredito da sociedade, falta de valorização profissional, falta de respeito e outras mais …
    Não sou psicólogo, não sou médico, não sou assistente social, sou habilitado a dar aulas e estudei muito para isso, não escolhi meu curso devido a baixa concorrência, não escolhi meu curso pelo mercado de trabalho, professor é um profissional como os outros e merece RESPEITO!!!!!!!!!!!!!!

  • Raimunda

    Indisciplina é foogo,eu não dou conta disso já cometi os 5 erros gostaria de saber como fazer para me dar bem com essa turminha do barulho.

  • Heliane

    Todos os alunos indisciplinado é carente de afeto, pois os pais são muito ausentes e quando tem uma pequena presença na vida dos seus filhos não dão a mínima pra eles, os mesmos quando chega na sala de aula quer chamar a atenção de todos.

  • Marisol, prof.portugues

    olá, o problema de indisciplina é ,realmente, difícel. já pedi demissão de uma escola por tirar minha autoridade junto aos alunos, sem sequer dá tempo para que eu direcionasse os alunos quanto a indisciplina.já cometi os 5 erros,a experiência chegou e ficou mais fácil.dica: quanto a indisciplina em grupo, descubra quem é o líder ou líderes e trabalhe em cima dele(s. Conquistá-los a partir das suas próprias responsabilidades é outra dica. Aprendi que os adolescentes almejam, mesmo sem saber, por LIMITES. abraços Marisol

  • Nilza

    A respeito do comentário da Clotilde, concordo quando ela cita o autoritarismo que alguns professores e diretores utilizam acreditando ser este o melhor mecanismo de controle das situações, tanto pedagógicas como administrativas. Mas hoje,não é possível alguém obter bons resultados no seu trabalho utilizando esta estratégia. Não podemos esquecer, que vivemos numa sociedade onde as pessoas não são mais vaquinhas de presépio e até porque contraria o papel social da escola, formar cidadãos. Lembrando que na escola todos somos aprendentes desde o aluno até o diretor, temos que utilizar sim, regras claras amplamente discutidas antes de serem adotadas por todos os envolvidos, mas faz-se necessário sempre revisitarmos tais regras e discutirmos, partindo da premissa que se alguém descupre as regras é porque estas não estão bem claras, ou porque alguém que está no comando destas esquece muitas vezes das implicações das relações existentes entre o individual e o social e vice-versa, devendo ter o maior respeito para com o indivíduo a qual que está lindando, seja ele aluno (que necessita de informações e formação) e até mesmo o professor e o diretor em continuidade de estudos e que devem estar sempre prontos para reflexão das suas práticas.

  • Dulce Maria Martin da Silva

    Um dos erros que sempre cometi, foi o de ameaçar e não cumprir, creio que esse procedimento serve não só para a sala de aula, mas para a vida, por ex, com um filho, com o marido, com um colega, enfim no trato com as pessoas, pois sempre precisamos deixar claras as nossas pretensões e cumprir com os combinados, sendo relevante o cumprimento desse fator em sala de aula.

  • Eliana

    – Erro no. 2: Bater boca com o aluno, ao invés de dar a direção do que fazer

    – Erro no. 3: Ameaçar, ameaçar, ameaçar e …….não cumprir

    – Erro no. 4: Uso de linguagem não verbal de forma inadequada

    – Erro no. 5: Aula chata do começo ao fim.

    Por favor poderiam me esclarecer quanto teremos abordados estes outros temas. Parabéns o primeiro foi ótimo, passamos para os professores e os debates foram bastante elucidativos e muito reflexivos, Obrigada.
    No aguardo.

  • Rosinete Moreira

    Acredito nestes meus 23 anos de sala de aula, que o problema da indisciplina depende muito do professor,porque se ele faz com que suas aulas sejam dinâmicas e atrativas e seja além de professor amigo e compreensivo não terá problemas. Só fiz amigos nestes anos de educação em escola pública e me sinto a cada dia mais desafiada para dar o meu melhor e utilizar minhas aulas de história para transformar vidas e ajudar a formar jovens reflexivos e atuantes na sociedade.

  • Cláudio

    A cada aula aprendo, cometo falhas, entendo, não entendo, culpo, ignoro, queixo-me, falo e mais falo, ouço, não ouço, finjo ouvir e não ver, etc, etc. Ultimamente “esqueço” o conteúdo e procuro massificar valores tais como: respeito, amizade, por favor, obrigado……… Mas penso que estou perdendo para celulares, DIREITOS e mais DIREITOS…. E sinto que só eu tenho deveres.
    Prof PSS Cláudio

  • Valdirene

    Olá caros colegas de profissão.
    Nossa classe foi e ainda é desvalorizada. No século que vivemos as pessoas perderam o sentido dos valores humanos. Dar aulas hoje é só pra guerreiros
    sobreviventes de um ‘caos’. O aluno de nossa época não se importa com ele e nem com ninguém a sua volta. O sistema educacional tem proporcionado uma controversia na educação atual, vocês não concordam comigo?
    Pois é, e o erro que ás vezes cometo,é: Erro no. 2: Bater boca com o aluno, ao invés de dar a direção do que fazer.
    Tudo por conta das irregularidades do sistema que causam muito estress diariamente. Uma dessas irregularidades na minha cidade é: salas superlotadas de alunos…e entre outros.
    Obrigada, um grande abraço e muita sorte!!!!!!

Deixe seu comentário aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *