O Perfil do Professor e a Indisciplina

Pare um minuto para pensar na seguinte hipótese: Se os seus alunos fossem inquiridos sobre o que acham de você, qual seria a resposta deles? Você acha que eles lhe respeitam ? admiram? ignoram? Consideram você uma (um) tirana (no) ? Acham sua postura digna ? Acham que você é educada (o) ? Os seus alunos acham que a sua opinião tem valor e merece ser ouvida ?

Mas, o que tem a ver saber o que os alunos pensam de você? Em muitos casos  a indisciplina na sala de aula está associada a imagem que os alunos fazem do Professor.

Se algumas das respostas encontradas foram negativas, então você tem um sério problema de relacionamento interpessoal com os seus alunos. Isso ocorre quando o relacionamento ocorre de forma  unilateral, ou seja, apenas um dos envolvidos tem a primazia sempre.

Isso ocorre também o aluno vê falta de integridade e congruência na fala e no comportamento do Professor, quando isso acontece,  tenha certeza, o caminho estará aberto a indisciplina na sala de aula. Afinal quem respeitará um Professor que pede silêncio gritando ? Ou que pede para que o aluno seja justo, quando esse mesmo Professor se utiliza de ameaças e intimidações ?

O bom relacionamento é uma mão de duas vias, ou seja, implica que  ambos saibam ouvir, falar, argumentar para que possam  chegar a um consenso ideal na resolução de qualquer questão. Neste tipo de relação ambos conseguem crescer, pois amadurecem tendo de lidar com conflitos e situações limite no dia a dia.

Agora, como isso ocorre no dia a dia da sala de aula e dentro da Escola como um todo? Bem, o Professor precisa sair de uma postura rígida, autoritária e atuar mais como um líder usando de autoridade para gerir o processo pedagógico. Veja abaixo os dois perfis:

O Professor que tem autoridade O Professor que é autoritário
Sabe conversar, ouvir, falar de modo respeitoso e tranquilo Grita, vocifera, esbraveja, murmura
Respeita opiniões  e sabe argumentar ameaça com notas baixas e reprovação,
Sabe mediar conflitos ameaça com advertências, suspensão, e envio a Coordenação/Diretoria
Discute as regras de forma coletiva Impõe normas e regras  de forma arbitrária
Sabe realizar gerenciamento da sala e do processo pedagógico Por não dispor de ferramentas e estratégias sempre se utiliza de coerção

Mas, como sair do modo autoritário e atuar com autoridade ? Basta aprender e começar a  praticar as atitudes que mudarão o tom desse relacionamento.

O Professor que tem autoridade ganha o respeito e a admiração de todos porque:

- é competente no que faz  pois  domina os conteúdos

- tem estratégias criativas para estimular a curiosidade dos alunos

- está sempre por dentro de novas estratégias e novas tecnologias

- realiza sempre cursos de formação continuada

- é modelo de integridade e boas maneiras para todos os seus alunos

- enxerga além do plano de ensino e procura estimular os talentos dos alunos

- procura conhecer como “funciona” a cabeça do jovem, seus interesses e comportamento

- sabe “traduzir” o conhecimento na linguagem e dentro da realidade da criança e do jovem

O ser humano é um ser emocional, e  o seu aluno jamais lhe respeitará apenas porque você tem um diploma dizendo que é o Professor. O respeito  e admiração surgirão quando ele tiver certeza do tipo de pessoa que está por baixo do título e do diploma. Esta autoridade é conquistada quando esse aluno comprova que você se importa, quando você demonstra  atitudes proativas, bons exemplos e competência naquilo que você faz.

Então é hora de refletir se o relacionamento que você tem hoje com seus alunos é positivo ou não. Se ainda não for, então onde será preciso ajustar? O que deve ser modificado ou melhorado ? Só tem um jeito de saber isso: perguntando.  Aqui vai uma tarefa para você fazer amanhã:  Peça para os alunos  dramatizarem, desenharem, cantarem, e se for preciso: peça para eles falarem !!

Então, ficou curiosa (o) para saber o que eles pensam de você ?  Aguardo seus comentários no blog.

Dica de Leitura:

Taille,Yves de La. Limites:Três Dimensões Educacionais.152 pags.Ed.Ática

Confira Também:
Espalhe por ai!
Gostou? Então comenta!