Da Mediocridade a Nota 10

No artigo anterior debati sobre a nota vermelha e neste ínterim eis que surge os estonteantes índices do Ideb. O Ensino Médio atingiu a nota de 3,7 e o Ensino Fundamental 4,7. Pasmem, e este último estão comemorando, pois este índice era para ser atingido apenas em 2013 e já foi atingido AGORA !!!?

Nota 10

Será que uma empresa que preste vai desejar no seu quadro de funcionários um indivíduo com essas notas? Muito provavelmente não ! É sabido que em várias instituições, públicas e privadas já estão sendo exigidos Boletim Escolar para verificação das notas e então aqueles sujeitos com a história acadêmica que apresentam as notas mais altas durante a sua vida escolar são admitidos para integrar programas de primeiro emprego, ingresso no ensino técnico, etc.

Em resumo: buscam-se os MELHORES, os mais CAPAZES, os mais DEDICADOS, os mais COMPROMETIDOS. Mas o que a Escola e as notas tem a ver com isso? Tem tudo a ver !!

– Nivelando pela mediocridade:

A média estipulada no Ideb é 10, porém delimitou-se “ metas” , eu diria bem medíocres para serem atingidas, e assim de décimo em décimo a fila vai andando a passos de tartaruga com todos comemorando cada décimo atingido como sendo uma grande vitória.

O nivelamento é feito pela mediocridade e não pela excelência. E não pense que Escola Particular também não entra nessa. Muitas tem como média estipulada no Regimento Escolar a nota 5 para que não haja reprovações em massa no final do ano.

Quando alterei o Regimento para média 7 os pais acharam injusto da minha parte alegando que para o aluno atingir 7 seria muito difícil, então que a escola deixasse a nota 5 que ficaria mais fácil passar de ano. Retruquei dizendo que espera-se que o aluno de fato não atinja 7 e sim que alcance a nota 10, pois na vida ninguém quer uma pessoa que ficou na média de todo mundo. A vida precisa de gente que faça as coisas com excelência e não igual a todo mundo.

Mas o que é ficar na média, atingir a média, o que é a média? Segundo o Dicionário Michaelis:

média sf (fem de médio). 1 Valor médio. 2 Coisa ou quantidade que representa o meio entre muitas coisas. 3 Quantidade mínima de pontos ou valores que se deve alcançar em exame ou concurso para conseguir aprovação ou admissão.

mediano adj (lat medianu) 1 Colocado no meio, que está entre dois extremos; meão. 2 Nem muito excelente nem muito inferior; medíocre. 3 Regular. 4 Sofrível.

medíocre adj (lat mediocre) 1 Médio ou mediano. 2 Ordinário, sofrível, vulgar. sm 3 Aquele que tem pouco talento, pouco espírito, pouco merecimento. 4 Aquilo que tem pouco valor.

Observe os termos grifados (o grifo é meu e não do dicionário), pois quero chamar a sua atenção para a seguinte questão: Atingir a média é pouco, é ordinário, é ridículo. É o mesmo que dizer que de algo ensinado o sujeito aprendeu apenas a metade, ou uma parte. Ninguém quer um profissional que sabe só uma parte do que deve fazer, só um pedaço,pois ninguém contrata uma pessoa para fazer metade de uma coisa. Além do mais as excelentes oportunidades são para os Excelentes não para os medíocres.

Atingir a média em alguma coisa, diz muito acerca do espírito de uma pessoa. Da mesma forma que a nota máxima, ou a nota 10. Atingir mais exige MAIS, requer MAIS, é ter de extrapolar a mediocridade e atingir a excelência em algo. A maestria em algo só vem com dedicação, esforço e resiliência. Ser medíocre só precisa contentar-se em atingir a média e para tanto, basta fazer o mínimo, o pouco, o quase nada.

Aqui abro um parêntesis para compartilhar um pouco da minha experiência e vivência com crianças com deficiência intelectual e física. São crianças e jovens que se superam todos os dias, e fazem coisas que muitas vezes pessoas que não tem nenhum impedimento não fazem apenas porque tem preguiça. Ter o espírito de águia é bem diferente de ter o espírito de galinha.

Todas as crianças e jovens com algum tipo de deficiência tem espírito de águia enquanto grande parte dos jovens que frequentam o Fundamental e Ensino Médio de Escolas Públicas e Particulares, e as que prestaram o Ideb tem o espírito de galinha. O incrível de tudo é que quando esses jovens crescem querem ter as mesmas chances e privilégios daqueles que tem o espírito de águia.

 

Como a nota 10 é construída     

Mas como sair da mediocridade e buscar a excelência?  Como desenvolver espírito de águia nos nossos alunos ? Creio que o mais acertado é mostrar onde as águias vivem,o que elas conquistam e o que fizeram para chegar lá. Precisamos mostrar aos Alunos e Pais onde é esse “lá”. E agora vou descrever a bússola e o mapa para o “lá”.

A excelência é construída de muitas formas, e há vários caminhos para alcançá-la, todos envolvem perseverança, trabalho, comprometimento.

Na imagem ao lado você verá a Bússola que norteará esse caminho e envolve três personagems: O Professor, a Família, o Aluno. Cada qual tem a sua parcela de responsabilidade durante o processo. Esta bússola eu dei o nome de Aliança Nota10. Está no formado de um círculo e só poderá ser uma aliança se as 3 partes estiverem unidas, caso contrário, se alguém não se comprometer com a sua parte não haverá resultado satisfatório.

Como você pode observar, ao Aluno a parcela é maior de todas, afinal, aquele esforço extra, aquele passo a mais, dependerá sempre do indivíduo em questão.

 

Agora vamos ao mapa, que descreve, resumidamente, o que cada personagem deve fazer para garantir que a nota 10, ou a excelência seja atingida.

Como utilizar a Aliança Nota 10 nas Reuniões:

Fica muito mais fácil contestar quaisquer objeções quando temos os argumentos apropriados para refutar as colocações infundadas ou mal educadas. Para tanto é primordial que você coloque o quadro acima bem visível na sala de aula e trabalhe estas questões com os alunos, bem como com os Pais logo na primeira Reunião.

Deve pedir a assinatura com a concordância de todos os envolvidos, afinal este material torna-se um documento, um pacto entre as partes comprometendo-se a cumprí-lo.

Nas Reuniões Bimestrais quando você for questionada a respeito do porquê da nota vermelha no boletim, aponte o quadro e faça os Pais descreverem para você como ele cumpriu cada um dos itens referente a parte dele.

Depois descreva aos Pais como você cumpriu cada um dos itens referentes a sua parte tais como:

– Mostre quantas lições de casa você enviou

– Mostre quantas aulas você deu

– Mostre quantas explicações foram dadas

– Mostre quantos exercícios foram feitos na sala de aula

– Mostre quantas Leituras/Resumos foram solicitados

– Mostre quantos trabalhos foram pedidos

– Mostre quantos plantões de dúvidas você ofereceu

– Mostre quantos recados você enviou

 

Para mostrar a parte do aluno, previamente faça uma auto avaliação com os alunos na semana da Reunião de Pais, e então mostre aos Pais o que o aluno respondeu a respeito de si mesmo e inclua as seguintes observações:

– Informe quantas vezes você chamou a atenção dele para os estudos

– Informe quantas vezes ele participou das aulas

– Informe quantas vezes ele atrapalhou a aula

– Informe quantas vezes ele esqueceu de trazer os materiais para as aulas

– Informe quantas vezes ele não trouxe as tarefas prontas

– Informe quantas vezes ele entregou trabalhos fora do prazo

– Informe quantas vezes ele não entregou os trabalhos

 

É preciso sempre deixar claro que há três personagens envolvidos e que antes de ser emitido juízo de valor é necessário apurar quem não cumpriu o combinado.

No mapa, por motivos de espaço enumerei apenas os itens principais, os quais você pode acrescentar e expandir conforme os problemas enfrentados na sua sala de aula.

 

Conclusão:

A Aliança Nota 10 é apenas uma ferramenta que pode auxiliar os alunos e os Pais a compreenderem e comprometerem-se com a excelência do aprendizado e não com a mediocridade. É fato também que todo o contexto educacional sofrerá mudanças significativas quando as Escolas implementarem sistemas de gestão escolar que funcionem, adequarem os currículos para esta nova realidade global, remunerar e capacitar melhor os professores.

Enquanto estas mudanças não chegam vamos criando por nós mesmos novas estratégias educativas que assegurem a eficácia do trabalho em sala de aula. E na sua sala de aula tem mais gente com espírito de  “águia” ou de  ” galinha” ?

planejamento escolar

Confira Também:
Espalhe por ai!
Gostou? Então comenta!