Volta às aulas: Ensino híbrido

Passo a Passo  volta às aulas presenciais

A pandemia COVID-19 afetou a educação de uma forma que jamais os professores poderiam imaginar, e tudo isso em apenas um ano !!!

O ensino remoto foi adotado no país inteiro praticamente do dia para a noite. Sair do sistema tradicional com as aulas presenciais para o ensino remoto necessitou de todos os professores   um esforço hercúleo fazendo com que todos trilhassem a curva de aprendizado em uma velocidade nunca vista.

Costumo brincar que “ tivemos de trocar o pneu com o carro andando” então imagina só a responsabilidade desta tarefa!!!

Agora iniciamos um novo ano letivo, que promete ser muito diferente do ano que passou, porém já traz uma nova curva de aprendizado a ser trilhada: Ensino Híbrido e a retomada das aulas presenciais com uma série de protocolos de segurança.

Aulas presenciais  e ensino remoto, traz uma dualidade que pode ser tão árdua como a que foi enfrentada no início da pandemia no ano anterior.     

 Muitos de nós devemos preparar aulas  remotas ao mesmo tempo em que nos preparamos para o  retorno das aulas presenciais. Por isso para que você não entre em pânico de como irá se organizar para este retorno presencial, vou dar a você, algumas dicas que podem tornar a transição de volta às aulas presenciais a mais organizada  possível.

Não descarte a tecnologia nas aulas presenciais

Durante o aprendizado remoto, muitos professores e alunos estiveram mais do que nunca, imersos na tecnologia educacional. Embora essa mudança tenha nascido da necessidade, isso não significa que retornar à sala de aula tradicional negará a necessidade de aulas presenciais ricas  em tecnologia. Para facilitar essa transição, use a seu favor a tecnologia com a qual os alunos já estão familiarizados.

Com as aulas presenciais, naturalmente o tempo de exposição ao ensino remoto  diminuirá, mas a tecnologia oferece uma grande variedade de recursos que são ferramentas de aprendizado muito úteis nas aulas presenciais. Além disso, ter alguma consistência entre o aprendizado remoto e es aulas presenciais  por meio da tecnologia facilitará o contraste entre os dois para os alunos.

Avalie as habilidades do aluno nas aulas presenciais

Quando os alunos retornam à escola após o aprendizado remoto, os dados de desempenho anteriores ao aprendizado remoto serão inválidos na maioria dos casos. Os alunos participaram do aprendizado em vários graus, e alguns alunos tiveram mais apoio acadêmico em casa do que outros. 

Quando as aulas presenciais  forem retomadas, será necessário realizar avaliação dos alunos para que um plano de recuperação e nivelamento do aprendizado possa ser implementado.  Para tanto, reserve  um tempo para conhecer seus alunos primeiro, estabelecer contato, por isso sugere-se que  a avaliação nunca deve ocorrer  no primeiro dia de aula.  

Esteja preparado para diferenciar 

Depois de avaliar os alunos, você descobrirá que eles estão em níveis acadêmicos diferentes. O Professor sempre deve ter em mente que dentro de uma mesma turma, há que ser contemplado a heterogeneidade de aprendizado. Esta heterogeneidade implica em adotar abordagens pedagógicas diferenciadas  o qual vamos chamar aqui de diferenciação pedagógica. Ela sempre deverá estar no contexto de planejamento pedagógico do professor, muito mais agora em que os alunos praticamente estudaram quase um ano inteiro de forma remota.

Portanto, planeje aulas presenciais e remotas que possam ser diferenciadas em conteúdo, processo ou tarefas. Entenda que os dados levantados podem revelar que nem todos os alunos estarão prontos para prosseguirem no mesmo nível que os demais e que portanto necessitarão de ajuda para superarem as defasagens de aprendizado.

Altere as atividades para acomodar o distanciamento social 

Por mais que muitos de nós desejemos voltar aos dias em que os alunos podiam oferecer abraços e apertos de mão, sentarem juntos com carteiras agrupadas próximas umas das outras, a realidade é que, no retorno das aulas presenciais o distanciamento social  precisa ser contemplado e levado em consideração no planejamento das atividades.

Crie formas inovadoras para os alunos colaborarem durante as aulas presenciais enquanto se distanciam fisicamente. Temos de lembrar que deve ser respeitado o  distanciamento FISICO , porém não abra mão do SOCIAL e este  é um ótimo momento para abusar da tecnologia.

Esteja atento ao ambiente cultural que o aluno está inserido

Professores eficazes se esforçam para tornar o conteúdo relevante para a vida dos alunos. Utilizar  textos e situações culturalmente responsivas, propiciar experiências quer sejam presenciais ou remotas, aumentam o engajamento e participação dos alunos. 

Dito isso,  devemos lembrar que estamos no rastro de uma pandemia que causou e ainda está causando,  traumas e perdas para muitos alunos e suas famílias. Esteja atenta aos alunos que podem estar mais sensíveis a  certos tópicos devido a experiências adversas decorrentes da pandemia.

 Atividades instrucionais que envolvam  COVID-19, luto, perda de emprego ou renda familiar,  ou ainda uma série de outros tópicos podem ser desencadeadores para vários alunos. Prepare seus alunos para essas atividades com antecedência e esteja pronta para conectar os alunos com recursos na comunidade, tais como como aconselhamento, conforme necessário.

Prepare-se para o ensino híbrido 

Por mais doloroso que seja reconhecer isso, o retorno às aulas presenciais ainda inspira cuidados para todas as escolas. Como o COVID-19 persiste, surtos dentro das escolas são uma possibilidade infeliz que pode forçar algumas escolas a retrocederem ao ensino remoto, mesmo que por um curto período de tempo. 

Por esse motivo, é importante planejar aulas que possam ser facilmente convertidas de um ambiente presencial para  um ambiente remoto. 

Passe algum tempo familiarizando os alunos com suas expectativas e recursos on-line desde o início e quando estiverem frequentando as aulas presenciais ensine-os como acessar as aulas remotamente para que tornem-se mais autônomos nas aulas remotas necessitando cada vez menos suporte quanto ao manuseio da tecnologia.

Durante esse período incerto na educação, os professores precisam praticar a flexibilidade no mais alto grau. Retornar  as aulas presenciais terá desafios, mas a adaptabilidade que todos aprendemos neste processo será uma de nossas muitas vantagens. 

Estar preparado na medida do possível também é uma grande vantagem. A dica mais importante é saber que sua presença é valiosa para seus alunos e você terá que criar um plano de transição que se adapte às necessidades exclusivas de sua sala de aula.

Comente aqui como está sendo o seu retorno e dos seus alunos as aulas presenciais.

Roseli Brito: Pedagoga, Psicopedagoga Clínica e Institucional, Neuroeducadora e Coach.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.