Notícias sobre Educação,  Práticas de Ensino

Pandemia: O Ensino Online na Quarentena

pandemia

Quarentena e o Ensino Online na Pandemia, vamos refletir sobre?Milhares  de professores, muitos deles operando no Brasil e no mundo na modalidade de ensino online, estão enfrentando nesta quarentena muitos desafios de ordem psicológica, mental e técnica no que refere-se a ministrar aulas online.

Ensinar em meio a uma pandemia  requer uma nova  mentalidade para este momento tão singular.

Pandemia? Quarentena? Foi tudo muito rápido, de uma maneira avassaladora, tivemos que processar tudo o que estava acontecendo e ao mesmo tempo buscar estratégias para lidar, em tempo real com a suspensão das aulas e as demandas de um Calendário Anual que não tínhamos ideia de como seria concretizado.

Foi um rebuliço geral nas redes sociais sobre como seria o ensino durante a pandemia de coronavírus. Todos estávamos ansiosos e preocupados. Afinal como seria se as Escolas fechassem por meses? Como migrar o ensino presencial para o ensino online ? Como os alunos da educação especial serão atendidos durante a quarentena? E os alunos que não tem acesso a internet? 

O pânico em uma pandemia era perfeitamente compreensível !

Estes e muitos outros questionamentos surgiram no inicio da quarentena , alguns  deles ainda não foram respondidos, porém pequenas luzes foram surgindo ao longo dos dias e semanas que mostraram que, apesar da incerteza do amanhã, o dia-a-dia  nos aponta novos caminhos.

De uma maneira crescente começamos a ver Professores fantásticos e altamente criativos se levantando e fornecendo estratégias tão rapidamente quanto os obstáculos apareciam. Isso foi empoderando os mais tímidos a se expressarem e a revelarem todo o talento, que antes estava restrito às salas de aulas presenciais, para o mundo por meio do ensino online.

O fato é que, para que enfrentemos esse momento de quarentena com a resiliência que ele requer, é necessária uma mudança de mentalidade. 

Muito mais que habilidade técnica ou estrutural, é necessário que todos tenhamos os suportes emocionais e psicológicos para equilibrar  as  mudanças que estão ocorrendo para podermos ensinar nesse novo paradigma que se apresenta por meio do ensino online,  na educação infantil, fundamental e médio.

Então aqui vão algumas sugestões para você atravessar esta Pandemia e não surtar durante a Quarentena:

Então aqui vão algumas sugestões para você atravessar esta Pandemia e não surtar durante a Quarentena:

  1. ENSINO ONLINE: MUITA TENTATIVA  … E MUITO ERRO

Comece sendo razoável consigo mesma. Na verdade, é impossível mudar para o ensino online da noite para o dia sem muitas tentativas e erros. Tenha paciência, planeje e dê o seu  melhor, e logo, com certeza você terá incorporado novas habilidades.

Nas primeiras semanas da quarentena , boa parte do que  você fez foi na base da tentativa e erro. O segredo é aprender com os erros e praticar mais os acertos. Agora,  se você olhar para trás, verá que obteve muitos ganhos e com certeza,  há mais acertos do que erros. Ebaaa!!!

  1. DURANTE A PANDEMIA ALMEJE O EXTRAORDINÁRIO:

Redefina sua percepção das coisas , pois estamos  todos operando à sombra de uma pandemia global, e isso é desorientador e muito limitante. A vida mudou de ritmo, as prioridades são outras e as barreiras foram quebradas e estão se ajustando a uma nova realidade.

Os verdadeiros pontos a considerar não são “como eu vou dar aulas do jeito que  meu aluno estava acostumado”, ou “como posso deixar o  ensino online mais parecido com as aulas presenciais”.  

O que devemos buscar alcançar, é: como fornecer uma experiência rica no ensino online para todos os alunos que agora não têm professores “tradicionais” ao lado deles nas aulas.

Portanto, embora você deva tentar fornecer “atividades significativas”, devemos lembrar que  não será possível dar conta de tudo imediatamente. Afinal muitos Professores ainda estão se familiarizando com estas novas ferramentas.

Em outras palavras, devemos nos dar tempo e permissão para descobrir o funcionamento e uso de ferramentas  de ensino online em um cenário que também é novo para muitos.

  1. NA QUARENTENA REDUZA A CARGA DE TRABALHO (PARA VOCÊ E SEUS ALUNOS)

Alinhado com o seu Planejamento Anual e em conjunto com a Coordenação da Escola, flexibilize o conteúdo. Tenha em mente que  os alunos não serão capazes de trabalhar de maneira produtiva confinados em casa devido a  quarentena.  

Portanto, se você não puder reduzir ou flexibilizar as atividades durante a quarentena  muito provavelmente os alunos não poderão realizar o que foi solicitado. 

O que estamos observando junto aos Pais  e alunos é que: “ menos é mais”. Considere que  os pais estão tentando trabalhar em casa e os irmãos disputam o tempo do computador e do Wi-Fi.

Minha sugestão para o ensino online é: experimente os testes do Google usando Formulários, um registro de leitura, Lives  curtas com professores e colegas de classe via Skype ou Zoom, pequenos textos para interpretação. Exercícios de Matemática (não muitos) e talvez isso já seja suficiente para um dia de aula.

Tenha em mente que o  que normalmente levaria um período de tempo para você ensinar na sala de aula presencial, provavelmente levará o dobro do tempo no ensino online para o aluno realizar em casa, sozinho, sem a sua assistência e orientação.

  1. NINGUÉM É UMA ILHA

A pandemia requer afastamento social porém os seres humanos são animais sociais. Trabalhar em casa, ou pior, ter de enfrentar uma quarentena, é isolado e deprimente para professores e alunos.

Faça um esforço conjunto para conversar com outros colegas e profissionais de confiança para fornecer contexto emocional e psicológico ao seu trabalho. 

Ensinar, neste momento, convivendo com o perigo de uma pandemia, e enfrentar os desafios da quarentena,   é extraordinariamente difícil, e você precisará da companhia virtual de pessoas que estão experimentando o mesmo que você.

Outra dica é:  não se esqueça de “entrar em contato com os alunos o mais rápido possível”, por meio de sala de bate papo, áudio, vídeos, whatsapp, grupos no facebook, etc. Carinho a distância também é possível. 

  1. TODOS PENSAM QUE NÃO PODEM – ATÉ VEREM QUE PODEM 

Esta pandemia é um momento que jamais pensamos em vivenciar. Por esta razão, algum grau de pessimismo e insegurança sempre aparece,  mas aconselho a você ter mais paciência consigo mesmo, afinal, você sabe ensinar, sempre fez isso, não duvide agora.

A insegurança  pode pregar peças na sua mente fazendo você acreditar que  não pode ou não seja capaz de fazer algo, até que você começa a ver outras pessoas passando pelo mesmo que você,  e ao falar com elas, você descobre como estão superando os desafios em meio a esta pandemia,   então você percebe que também pode fazer isso. 

Muitas vezes encontramos novas soluções quando compartilhamos nossas angústias.

Enfrente um dia por vez, você verá que uma nova rotina se estabelecerá  durante a quarentena e você ficará impressionada como estará mais motivada e segura a cada passo.

  1. NA GUERRA OU NA PANDEMIA NINGUÉM FICA PARA TRÁS

Sem sombra de dúvida seu trabalho será difícil ao longo da quarentena, porém, há alunos que enfrentam desafios mais graves. Os alunos sem internet ou sem computador precisarão de suporte, assim como aqueles com defasagens de aprendizado, bem como os alunos com necessidades especiais. Apoiar esses alunos é prioridade durante a quarentena.

Uma sugestão que pode ser muito útil neste momento é: se não está sendo possível o ensino online para esses alunos, então prepare tarefas em papel, monte pastas de trabalho com atividades que possam ser enviadas para casa, mantenha contato com os pais via telefone, email, whatsapp. 

Se houver Equipe Multidisciplinar atendendo os alunos com necessidades especiais, por que não realizar lives com os Pais para orientá-los quanto as rotinas, e propor atividades de estimulação e reforçar ações de Atividades de Vida Diária e Prática?

A equidade e a avaliação é um problema? Eu vejo mais como um desafio a ser enfrentado.  Tudo pode ser ajustado, flexibilizado, mudado para contemplar o aluno neste momento tão caótico e incerto.

Lembre-se: em uma guerra, assim como em uma pandemia, ninguém fica para trás. O esforço conjunto tornará a jornada desta quarentena menos angustiante e trará ganhos inestimáveis. 

ensino online

Alegre-se na certeza de que, quando tudo isso passar, os ganhos ficarão e confiemos que teremos uma sociedade mais resiliente, cooperativa e mais humana. 

quarentena

Este artigo foi útil para você?

Como você está enfrentando os desafios de ministrar aulas  na quarentena?

Compartilhe conosco nos comentários abaixo:

Páginas 1 2

Roseli Brito: Pedagoga, Psicopedagoga Clínica e Institucional, Neuroeducadora e Coach.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *