Professores Despreparados para Ensinar – Quer saber quem são eles?

PROFESSORES DESPREPARADOS PARA ENSINAR:

Você conhece Professores despreparados para ensinar? Saiba que este problema não está  restrito apenas  aos  Professores que são recém formados . Muitos dos que  estão na ativa, os chamados “ veteranos” , mesmo depois de vários anos , ainda estão despreparados para ensinar.

Seria de esperar que todos os professores se esforçassem para ensinar com excelência.

No entanto, a educação é como qualquer outra profissão: Há aqueles que trabalham extremamente bem e dão duro  em seu ofício, ficando  cada vez melhor com o passar do tempo,   e há aqueles que o que estão trazendo para a profissão já o suficiente e não mostram-se nem um pouco preocupados ou motivados a fazer melhor.

Mesmo que esse tipo de professor  seja uma  minoria, estes maus professores contribuem significativamente para fazer  com que todos os  demais professores pareçam despreparados também.

Afinal, quando falam de professores despreparados para ensinar, generalizam e fica parecendo que toda a categoria é despreparada e negligente com sua formação.

Infelizmente, professores despreparados para ensinar  é uma realidade frustrante na educação e precisamos expor  esta questão para que esses profissionais sintam-se motivados a buscarem os recursos para sanar esta deficiência na sua formação.

Separando o Joio do Trigo:

Agora vamos separar o joio do trigo: Há professores despreparados para ensinar que, honestamente acreditam que estão fazendo  o seu melhor. Estes professores ainda não desenvolveram as habilidades necessárias e nem dominam estratégias, didáticas e recursos para melhor ensinar.

Geralmente este grupo entra na categoria dos professores recém formados.

No meio destes há  ainda aqueles que entram na profissão e descobrem  que ser professor implica em desenvolver-se também enquanto pessoa (postura, assertividade, relacionamento, etc),  habilidades estas que não estão dispostos a trabalhar.

Já os demais professores que estão despreparados para ensinar,  esses sabem exatamente o que são , sabem o  que estão fazendo e não se importam nem um pouco com isso.

Deitam todos os dias a cabeça no travesseiro, dormem tranquilos e no dia seguinte assinam o ponto e se acham merecedores do seu salário.

Estes, geralmente estão na categoria dos “ veteranos”, já estão estressados, desmotivados ou chegaram a conclusão que não gostam da profissão e não querem contribuir com a melhoria da mesma.

Há muitas maneiras diferentes em  que um professor pode estar despreparado para ensinar.

Claro que, mesmo um Professor em tempo integral e mais experiente tenha seus dias ruins, ou não ser tão bom em determinadas áreas e/ou atividades isso não quer dizer que ele esteja negligenciando suas responsabilidades.

Por isso é importante que o Diretor e/ou Coordenador pedagógico saibam identificar quais são os professores que são eficazes, quais precisam melhorar e quais precisam ser demitidos e/ou remanejados para outra função.

Professores Despreparados para ensinar: como identificá-los ?

Esta identificação para levantar quais os professores estão despreparados para ensinar só será possível se a gestão da Escola tiver como cultura realizar avaliação periódica da equipe escolar.

Mas quais seriam os parâmetros para verificar se um professor está despreparado para ensinar ?

Há várias coisas que podem ser levadas em consideração para fazer isso, porém, aqui vamos discutir algumas das qualidades mais importantes e prevalentes que faltam nos professores que estão despreparados para ensinar.

Professores Despreparados para Ensinar: Falta Gestão de Sala de Aula

A falta de gestão de sala de aula é provavelmente o ”calcanhar de Aquiles” dos professores despreparados para ensinar.

Se um professor não pode controlar os alunos em sua sala de aula então não poderão ensiná-los de forma eficaz.

Ser um bom  gestor da sala de aula, começa já no primeiro dia de aula, por meio da incorporação de procedimentos  simples e o estabelecimento de  expectativas  realistas e, em seguida, por meio de  conseqüências predeterminadas quando esses procedimentos e expectativas  não forem alcançadas.

Qualquer professor que tentar fazer amizade e agradar os alunos serão ineficazes na área de gestão da sala de aula.

Os alunos irão testar  os professores , detectar suas fraquezas, e rapidamente serão os alunos que estarão no controle da sala de aula antes que o professor se dê conta disso.

Professores Despreparados para Ensinar: Falta  de conhecimento do conteúdo

Ter o diploma universitário, passar em um concurso, ou conquistar uma vaga em meio a vários candidatos, deveria ser uma indicação de que esse professor estaria habilitado e preparado para ensinar.

Afinal com todos esses requisitos era de se esperar um mínimo de competência que os habilitaria a entrar em uma sala de aula e ensinar com eficiência, pois são contratados para isso.

Infelizmente, há alguns professores que desconhecem totalmente o conteúdo que vão ensinar.  Isto, no entanto,  pode ser sanado com preparação prévia.

Significa que, o Professor só deveria entrar na sala de aula para ministrar um determinado conteúdo, depois de ter ele mesmo se debruçado atentamente naquele conteúdo, visando assim, certificar-se de que estaria levando o melhor para os alunos.

Caso contrário os professores perderão credibilidade junto aos alunos, pois chegarão na sala de aula despreparados para ensinar.

Professores Despreparados para Ensinar: Falta de Motivação

A falta de motivação faz com que muitos professores continuem despreparados para ensinar. Eles gastam o mínimo de tempo possível para planejar as aulas, jamais tomam conhecimento das inovações que estão ocorrendo no meio educacional, nunca chegam mais cedo para interagir com os colegas e trocar idéias para usar nas suas aulas.

Os professores despreparados para ensinar estão dentro da escola apenas para cumprir presença, porém  sua mente e  seu coração não estão lá.  Eles não desafiam seus alunos, raramente dão lição de casa, são  adeptos de dar aulas com muitos vídeos, ou seja, buscam sempre maneiras de matar o tempo para que as aulas terminem logo.

Não há criatividade no seu ensino, raramente sorriem ou parecem animados por estarem dentro da escola. Raramente interagem, trocam idéias e/ou aceitam sugestões dos colegas ou orientações da Coordenação Pedagógica.

Professores Despreparados para Ensinar: Falta de Competência Organizacional

 Os bons professores devem ser organizados. Aliás, um professor tem de lidar com tantas turmas, tarefas, planejamentos, estratégias,  que é primordial que seja organizado para que seu trabalho seja eficaz. No entanto um sistema de organização que serve para um professor, necessariamente não serve para outro.

 Um professor precisa  desenvolver algum tipo de sistema organizacional que funcione.

Os professores despreparados para ensinar não desenvolveram  uma competência organizacional  para facilitar o  seu trabalho e por isso vivem sobrecarregados, não conseguem preparar os relatórios a tempo, elaboram as provas bimestrais na última hora, e não preparam as aulas adequadamente porque “falta tempo”.

Por isso os professores despreparados  para ensinar tem a propensão de viverem frustrados a maior parte do tempo e acabam descontando essas frustrações nos alunos e nos colegas.

Esta falta de organização  pode ser melhorada e corrigida rapidamente,  com orientações, conselhos, estabelecimento de rotinas e gerenciamento de tempo.

Professores Despreparados para Ensinar: Falta de Profissionalismo

O profissionalismo impacta como uma função é desempenhada. A falta de profissionalismo pode resultar, no caso de escola particular em demissão, e no caso de escola pública em muitas  avaliações negativas  que ficarão registradas na ficha funcional do professor.

Professores despreparados para ensinar geralmente erram feio neste quesito:  chegam atrasado, faltam e não informam a escola, falam mal dos colegas, alunos e pais  pelos corredores.

Quanto a vestimenta, não tem bom senso e sobriedade no traje, principalmente as professoras mais jovens que vestem-se de maneira provocativa.

Professores despreparados para ensinar, usam linguagem inadequada o que compromete sua figura de autoridade na sala de aula.

Cada uma dessas situações envolve falta séria de profissionalismo e pode minar e comprometer a carreira de um professor.

Professores Despreparados para Ensinar: Falta de Julgamento

Os Professores como qualquer outro ser humano ou profissional,  tem de tomar decisões diárias. No entanto, muitas das decisões que os  professores  tomam  afetam diretamente  os  alunos que eles  estão encarregados de  guiar, orientar, educar  e proteger.

 As oportunidades podem apresentar-se em vários momentos e em diversas situações. Os professores  precisam de equilíbrio e bom senso para que possam  tomar boas decisões em quaisquer situações.

É preciso alertar que, excelentes professores perdem suas carreiras porque  foram infelizes, ou imprudentes no julgamento que fizeram em determinada situação envolvendo alunos e/ou pais.

O senso comum  determina que antes de agir, falar ou fazer é preciso ponderar se aquela atitude vai prejudicar alguém, e se for o caso,  será necessário repensar a melhor estratégia para encaminhar a questão.

Professores Despreparados para Ensinar: Falta Habilidades Interpessoais

As habilidades interpessoais facilitam em muito a vida de qualquer profissional.  Habilidades interpessoais são essenciais para todos os professores.

Um professor despreparado para ensinar pode estar frustrado com a profissão porque lhe falta habilidades interpessoais.

Professores precisam lidar com as pessoas,  incluindo os seus alunos, pais, professores, outros funcionários e administradores.

Uma boa comunicação é essencial, afinal os pais querem saber o que está acontecendo na sala de aula do seu filho.

Ter boas habilidades interpessoais é essencial e a falta de tais habilidades podem destruir ou no pior das hipóteses, limitar a eficácia do trabalho de um professor.

O melhor de tudo é que estas habilidades podem ser desenvolvidas.  Para você ter uma idéia até o ensino fundamental II  enfrentei muitos problemas porque eu não sabia como desenvolver essas habilidades, temos de aprender sozinhos, pois a escola não nos auxilia nesta questão.

Como você pode observar, vários dos  itens apresentados acima que demonstram que um professor está despreparado para ensinar, estão  vinculados  às competências de ordem pessoal.

Então se qualquer professor deseja alcançar a excelência no que faz, basta procurar desenvolver e nutrir as qualidades acima, que com certeza  colherá os frutos de um trabalho bem feito. E trabalho bem feito traz satisfação pessoal e profissional !

Gostou desse artigo ? Comente no blog e compartilhe com os amigos.

===========================

Dica da Escola de Formação

Como dar uma boa aula

Confira Também:
Espalhe por ai!
Gostou? Então comenta!