Metodologias ativas de ensino

As metodologias ativas de ensino inserem o aluno como o personagem central e o professor tem o papel de orientador e de expectador, por assim dizer.

Esse modelo de ensino tem o objetivo fazer com que o aluno tenha um papel mais ativo, agindo de forma interativa no processo de aprendizagem. Mas ela não existe por acaso, sendo que o foco dela é em alcançar os objetivos educacionais apontados.

O surgimento dessa metodologia de ensino ocorreu devido a nova era qual vivemos hoje: a era digital, a qual provocou mudanças no modo como o ser humano se comporta e interage com outras pessoas.

E ela contribui para gerar resultados positivos tanto para os discentes quanto para os docentes também, pois o professor agora consegue maior participação e atenção dos alunos em suas aulas.

Existem diversos modelos de metodologias ativas de ensino que viabilizam o envolvimento ativo do aluno no processo pedagógico e a seguir estaremos falando sobre algumas delas.

Modelos de metodologias ativas de ensino

Um dos modelos mais utilizados de metodologia ativa de ensino é a chamada “Problem Based Learning – PBL” conhecida em português como aprendizagem baseada em problemas.

Como o próprio nome diz, O PBL é um modelo de metodologia usada em sala de aula que incentiva o aluno a investigar, fazer reflexões e a criar, ante problemas que lhes são expostos com o objetivo de resolvê-los. E o aluno pode utilizar diferentes recursos para isso.

Um outro modelo usado é a sala de aula invertida (flipped classroom). Esse modelo consiste em que o aluno estudo o conteúdo em casa e ele deverá ser debatido em sala e aula.

Ainda falando desse modelo acima, nele o aluno pode, inclusive, ter acesso pela internet ao tema a ser debatido em sala, ou seja, a tecnologia é utilizada para conceder um conhecimento prévio ao aluno, o que contribui para que o processo de aprendizagem seja otimizado.

A importância das metodologias ativas de ensino

Metodologias ativas de ensino

Um dos principais benefícios das metodologias ativas de ensino é que elas incentivam os alunos a pensar fora dos padrões tradicionais, instigando sua criatividade e capacidade de solucionar problemas em sala de aula.

No entanto, ainda existe muitos outros benefícios que tornam o uso dessas metodologias importante, tais como desenvolver seu senso crítico, responsabilidade e capacidade de colaboração, entre muitos outros.

Para confirmar a eficácia do uso dessas metodologias, temos como referência a teoria do psiquiatra William Glasser, onde ele explica que as pessoas geralmente adquirem conhecimento:

– 10% quando estão lendo;

– 20% quando estão escrevendo;

– 50% quando vendo e ouvindo;

– 70% quando participam de debates com outras pessoas;

– 80 % quando praticam;

– 95 % quando passam a ensinar sobre o tema (uma maneira eficiente de assimilar o conteúdo que foi aprendido).

Com isso podemos concluir que as metodologias ativas de ensino realmente constituem-se em meios eficientes de melhorar o processo de aprendizado.

Algo muito importante de mencionar aqui é que o professor deve ser orientado a fazer uso desse recurso de maneira sistemática e também incentivar os demais professores a adotarem essa metodologia também.

Confira Também:
Espalhe por ai!
Gostou? Então comenta!