BNCC – Base Nacional Curricular Comum no Ensino Médio

Já homologado para a Educação Infantil e o Ensino Fundamental, agora chegou a vez do BNCC ser também homologado para o Ensino Médio.

No dia 14 de dezembro de 2018 o documento foi homologado pelo Ministério da Educação (MEC) e a sua Resolução foi publicada no Diário Oficial da União na última terça-feira (18).

A Base Nacional Curricular Comum no Ensino Médio entrará em vigor apenas no ano de 2020, contudo, muitas instituições de ensino já tem se preparado com antecedência, ora seja adequando seu material de ensino, ora seja na competência da sua equipe de docentes, por exemplo.

Esse novo modelo de aprendizado contribuirá, também, para que o estudante tenha melhor aptidão no momento em que concluir o ensino médio e for para o mercado de trabalho.

O que é a BNCC?

A Base Nacional Curricular Comum no Ensino Médio (BNCC) é um documento que surge como um meio de padronizar o sistema de ensino brasileiro. Ele determina que, independentemente de onde resida ou estude, as habilidades e competências desenvolvidas pelos alunos deverão ser iguais, construindo assim “uma sociedade justa, democrática e inclusiva”, conforme descrito no documento.

Ela é uma espécie de norteador imprescindível para a equipe pedagógica e deve ser adotado, obrigatoriamente, por instituições de ensino públicas e privadas.

Nesse ponto, a educação continuada dos professores é de extrema importância para garantir que a equipe docente esteja de acordo com o que é necessário para o cumprimento dos objetivos os quais essa Base se destina.

Essa Base não designa disciplinas fechadas, mas sim resume-se em quatros áreas do conhecimento, sendo elas: Linguagens e suas Tecnologias, Matemática, Ciências da Natureza e Ciências Humanas e Sociais Aplicadas.

Em trecho do documento, é dito que a BNCC objetiva ajudar a “superar a fragmentação das políticas educacionais, enseje o fortalecimento do regime de colaboração entre as três esferas do governo e seja balizadora da qualidade da educação”.

Competências da BNCC

A BNCC – Base Nacional Curricular Comum no Ensino Médio propõe que o currículo da equipe docente deve estar alinhado com as 10 competências estabelecidas nesse documento, sendo elas:

1 – Conhecimento;

2 – Pensamento científico, crítico e criativo;

3 – Repertório cultural;

4 – Comunicação;

5 – Cultura digital;

6 – Trabalho e projeto de vida;

7 – Argumentação;

8 – Autoconhecimento e autocuidado;

9 – Empatia e cooperação;

10 – Responsabilidade e cidadania.

O advento dessa base visa orientar os professores quanto ao que os alunos devem aprender em sala de aula e como cada uma dessas competências deve ser desenvolvida pelo discente.

Por meio da BNCC, ocorrerão mudanças significativa na educação brasileira nos próximos anos. E as instituições de ensino públicas e privadas devem, desde já, discutir sobre o assunto e adotar medidas para adequar-se aos padrões.

Os anos que seguem serão desafiadores para o corpo docente, bem como para as próprias instituições de ensino, pois professores e gestores deverão refletir sobre as mudanças a serem realizadas quanto a implementação da BNCC tanto no ensino médio quanto para os outros níveis de educação.

No caso do Ensino Média, a mudança que ocorrerá é na organização do currículo: se antes ele era baseado em conteúdo, a partir de 2020 a organização curricular terá como base competências e habilidades.

Confira Também:
Espalhe por ai!
Gostou? Então comenta!